It’s knowledge, baby

Welcome to the jungle!

Protestos por e-mail

Opa pessoal,

Este post vai falar sobre aqueles e-mails que todos recebem tentando arrecadar almas caridosas e revoltadas com algum assunto ou ato e tentar exercer seu papel de cidadão.

Como muitos, eu também não acreditava na força que esses e-mails tem, até porque muitas pessoas simplesmente o deletam sem ao menos ler. Só que depois de um dos e-mails que recebi falando que a Globo usava o Criança Esperança para debitar seus impostos da doação, ganhando assim muito dinheiro as custas da benevolência das pessoas. Ver a Globo (dito o 3° poder) se retratar publicamente e inúmeras vezes deixando claro que aquilo não acontecia. Me deixou realmente impressionado com tal repercussão e passei a acreditar um pouco mais nessa “massa virtual” que é formada na internet.

Eu participei de movimento estudantil por alguns anos e gosto de discutir politica a muito mais tempo do que participei do ME, depois disso tudo, cheguei a conclusão que o brasileiro está, na grande verdade, pouco se lixando para política e por isso, acha “normal” pagar por saúde, educação, transporte, segurança e tantas outras coisas *GARANTIDAS POR LEI*.

Mas então, porque a “massa virtual” está dando “”certo“”? Porque não custa nada re-enviar um e-mail (alguns cliques) e pode fazer sem tirar seu amado rabo da cadeira e, ainda, fingir que ta trabalhando pra o chefe que não está vendo o ícone da paciência ali embaixo na tela.

Porém, que bom que isso está acontecendo! Seja como for, exercer a cidadania é algo memorável e, diria até que, ESSENCIAL para que possamos ter um município/estado/país/mundo melhor! =)

Contudo, o que me chamou atenção para fazer esse post foi um protesto famoso já, sobre o preço da gasolina. Mas na forma como ele era proposto (simplesmente, ficar sem abastecer seu carro por um determinado período), claramente não iria dar certo, porque todo mundo, que tem carro, precisa dele para se locomover. Entretanto, o novo formato do protesto me deixou esperançoso e animado a escrever esse texto (que já ta muito longo e vou tentar ser mais breve…).

O novo formato é o seguinte, como o único lugar onde se pode protestar de forma efetiva no sistema capitalista é o bolso, então vamos afetar eles aí. Mas temos que abastecer o carro e como iriamos fazer isso? Simples, vamos fazer concorrência entre eles. Passar a abastecer apenas em postos que  não sejam os Postos Br. Mas porque Postos Br? Porque ela é a maior distribuidora do Brasil e se ela sofrer com isso, os preços cairão e os outros postos serão forçados a baixar os preços também, formando uma concorrência provocada pelos clientes astutos e antenados com os preços exorbitantes que estão sendo praticados.

Só alguns dados para terminar isso tudo:

  • Existem alguns postos que JÁ praticam o preço de R$ 3,00 pra o preço da gasolina!!!
  • Em nosso vizinho Paraguai, o preço da gasolina é de R$ 1,45 (um real e quarenta e cinco centavos) o litro, com o detalhe de que lá não há poços de petróleo
  • Com a crise mundial, o preço do barril de petróleo despencou de US$ 147.00 para menos de US$ 40.00, mas o preço do litro da gasolina continua o mesmo…

Vamos fazer a “massa virtual” agir novamente? Eu coloquei aqui porque acho que isso é capaz de fazer e não é mais uma corrente sem noção.

Colaboração: E-mail enviado por Geison França (Valeu capitão! :P)

março 16, 2009 - Posted by | Colaboração, Notícias |

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: