It’s knowledge, baby

Welcome to the jungle!

¡Vale Chico!

Si, si, pero no mucho.

¿Hablar en espanhol? ¡No, no chico! =)

Pois é…começaram minhas aulas de espanhol e já na primeira me senti em Caminho das indias (como se eu assistisse aquela novela =s). A professora (Luciana, salvo engano =x – não peçam muito de minha memória últimamente) fala no mínimo 200 “Vale Chico(Chica)!”. Isso deve vir do árabe, porque me sinto praticamente um personagem da novela =s Hare baba! ahahah

Fiz esse post sobre o começo das minhas aulas em espanhol porque achei muito legal recomeçar a aprender uma lingua. Aprender como se fala as coisas mais simples (Cuál es tu sobrenombre? (Tradução: Qual é seu apelido? – falso cognato mané! :P)), sons das letras ( o “v” tem som de “b”, então o título do post lê-se “¡Bale Chico!” ), o contato com a cultura ( apesar de ainda não ter feito isso ), bom em resumo, to empolgado.

Um ponto que queria colocar é a falsa impressão das pessoas que começam a estudar espanhol por simplesmente acharem que não são capazes de estudar inglês e porque espanhol é mais “fácil”. Conversando com algumas pessoas, mostrei pra elas que espanhol parece com português, em português nos temos 6 ou 7 formas para flexinar o verbo, em inglês, temos apenas 3  (no básico). O grande problema das pessoas é que inglês a “prenuncia” (como diz o matuto) é completamente diferente da que estamos acostumados, então, uma vez superada essa barreira, o inglês fica infinitamente mais fácil que o espanhol. =)

Alguns pontos da aula:

– Na minha turma de inglês não conheço um cristão, na de espanhol, to estudando com duas colegas minhas e a mãe de uma delas, fora que tem um cara que eu conheço de algum lugar, mas não faço a mínima idéia de onde seja.

– Essa minha colega que ta estudando junto com a mãe dela (a mesma coisa que eu e minha mãe) tem uma coisa interessante, porque ela foi “puxada” pela mãe pra fazer espanhol, no meu caso, eu que puxei minha mãe pra fazer =D Evellin, não sei se tu lê isso, mas bote mole e esqueça o inglês nas aulas (vai ser díficil, mas a gente tenta! ehehhe).

– ah! descobri que tenho nome de poliglota! =D Marco é espanhol, Cavalcante é Brasileiro e Rosner é Alemão! \o/ Já falo português e to aprendendo espanhol, deixa eu acabar o inglês que eu entro no alemão! =D

– Estudar com minha mãe ta sendo bem legal, a prática em casa foi uma das coisas que eu sempre sonhei em fazer aqui =D ¡Vale Chica!

– Pasmei com essa informação. Segundo minha professora, existe um processo de lei nos EUA que deseja definir a língua espanhola como língua oficial do país, juntamente com o inglês. Para mais informações sobre o idioma dos estados unidos, clique aqui!

E só pra dar mais algumas informações informação rápidas:

  • Existem 21 paises que tem o espanhol como língua oficial (praticamente toda a america do sul fala espanhol);
  • O espanhol é a segunda língua para transações/negociações financeiras;
  • O espanhol é a primeira língua para turismo no mundo.

Acho que é isso! Vamos que vamos que tem *MUITA* coisa pra fazer!

Abraços! Cuidem-se!

agosto 5, 2009 - Posted by | Espanhol

2 Comentários »

  1. Óia eu por aqui🙂

    Vendo a parte do texto em que você fala sobre a possibilidade de se adotar o espanhol como língua oficial nos Estados Unidos lembrei de um texto que vi há muito tempo não lembro nem onde.

    Nesse texto, um cara tava puto porque tinha visto entre as opções de destino de entrega no site da Fedex um tal de “us-spanish”. Ele escreveu um monte de parágrafos dizendo, em síntese e de forma amenizada, que os imigrantes eram muito inconvenientes e preguiçosos por não aprenderem inglês, o idioma do grande e maravilhoso país para onde eles tinha ido roubar empregos e comer os impostos dos cidadãos de bem, brancos e que sabem falar inglês.

    O caso é que os imigrantes é que levam a culpa pela grande quantidade de pessoas que falam espanhol nos EUA. Isso porque quase ninguém se lembra da formação histórica americana: boa parte do atual território americano, especialmente as regiões sul e sudoeste, foi anexada a força ao território, sendo originariamente de colonização espanhola. Muita gente que hoje vive nessas regiões não migrou pra lá: as pessoas já estavam lá antes dessas regiões se tornarem americanas. Daí um pedaço grande dessas regiões falar espanhol.

    Claro que as ondas recentes de migração têm acentuado o processo, mas dizer que é um absurdo adotar o espanhol como língua oficial só porque os imigrantes querem (opinião de muitos americanos que desconhecem a própria história) é, com o perdão do clichê preconceituoso, “coisa de americano” mesmo.

    Comentário por Isaac | agosto 5, 2009

  2. Me gusta español, lengua de personas calientes y alegre. La cuestión del verbo también es difícil cuánto portugués pero gustoso del aprender. Puedo arriesgar una conversación con ti. Besos Niño

    obs: Pensa um “mim vai, mim foi” é meu espanhol mas até desenrolo bem conversando com os argentinos (Os bolivianos tem um “espanhol” bem “sujo”, bem complicado de entender, argentinos também. Uruguaios e os mexicanos dá pra entender perfeitamente e até conversar no “espanholation”)

    Comentário por _raissa | agosto 6, 2009


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: