It’s knowledge, baby

Welcome to the jungle!

New plans started!

hei people,

For now, i will post more in english than portuguese, because i need to pratice. The ones that know english more than me, please, give me advices when i make a mistake, PLEASE! =)

So, my new plans started! First of all, i could reorganize my schedule. It’s very difficult for me, you don’t understand how. But it’s not the point of this post.

English

Yeah! Now i will dedicate more time than i did in the past. I’m thinking that now is time to learn and practice english a lot…why? I don’t know…but i hope that this bring to me some good things.

For practice english, i thought…if i create an account on facebook, it was a good think to do, so…i did! 😛 Here you can add me! But! Paid attention! In Facebook, i only talk/answer in english, right?

I will come back to CCB an UPPER I level, that is a good thing, but it’s could be better if i get UPPER II level in test level. It’s mean that if i pass in master degree next year, i can’t finish english on CCB because in the end of year (if i pass) i will pass to UPPER II and this is the last level for get the certification =/ I will survive…i’m sure!

Spanish

Yeah, people! I will learn spanish too. Why? Because i love new languages (it’s nothing related to computing, please!) and new culture. And, in a secret way, i be able to bring my mother to study with me, it’s a old plan that i had. 😉

Show me for the world!

For the last plans, i need to show me for the world. So, i’m creating account for the most importants social networks. For recently, i create an anccount on LinkedIn, that is a social networks that the main point is show your professional/student life. You can connect to me (yes, there, they use this term “connecting”) here!

HELP!

If i look like crazy, please, call to me and send me to a bar and give me to a beer!

People, i have too much things to do…Now i ask for you: will i survive? =s

Anúncios

julho 27, 2009 Posted by | English | | 6 Comentários

Abreviações (Parte 3 – Final)

Abreviações (Parte 3 – Final)

Introdução

As informações traduzidas para o português contidas nessa série foram obtidas através do Guide To Grammar and Writing que é patrocinado pela Capital Community College Foundation, através de um artigo chamado, obviamente, Abbreviations.

A CCC Foundation tem sede em Hartford, CT e é um fundação sem fins lucrativos. Caso esta série lhe forneça algum valor e você deseje mostrar sua gratidão pela fundação, você pode enviar uma contribuição para CCC Foundation, 950 Main Street, Hartford, CT 06103. Telefone: (860) 906-5102, Email: jmcnamara@ccc.commet.edu.

Nomes de estados e territórios

Abreviações em referências e endereços é aceitável, mas não em textos normais. Abreviações são aceitas pelo U.S. Postal Service (Serviço postal americano) (incluindo abreviações para palavras como Boulevard e Alley) são listadas on-line. Não use abreviações de estados simplesmente para economizar tempo ou espaço exceto em endereços em envelopes ou listas. Nós não usamos pontos em abreviações de estados: CT, NY, NJ. Nós usamos D.C. depois do nome de uma cidade como District of Columbia: Washington, D.C.; O manual APA não usa pontos com DC. O serviço de postal americano, incidentalmente, não inseriu uma virgula entre a cidade e a abreviação do nome do estado: Hartford CT, Portland OR – pelo menos não em endereços em envelopes.

Abrevia-se “Saint” nos nomes de lugares americanos, como St. Louis e St. Petersburg, Florida, e o rio St. Lawrence. Para palavras semelhantes em outros países, você pode ter que consultar um bom dicionário (um que contenha nome de locais): St./Saint Martin’s in the Fields, Saint Moritz, Saint Lucia, Mont-Saint-Michel, Saint Petersburg (Russia). Quando a palavra Saint é usada para referir a uma pessoa santa, use a palavra – Saint Theresa, Saint Francis of Assisi. Se uma instrução é nomeada depois da palavra Saint, use a palavra Saint apenas se você não tiver alguma razão para economizar espaço – Saint Francis Hospital, Saint Joseph College, Saint Joseph’s University. Isso é sensato, sempre, que for consultar uma instrução. Faculdades, Universidades e hospitais nomeados depois de “Saint Mary” são eventualmente divididos entre St. e Saint, mas em situações formais, Saint parece ser mais utilizado.

Não abrevia-se

Em propostas acadêmicas formais, as abreviações abaixo são desencorajadas por apenas economizar espaço, tempo ou enegia.

  • Palavras tal como through (thru), night (nite);
  • Dias da semana ou meses do ano (no fluxo normal do texto);
  • Palavras no inicio da frase;
  • Nomes de pessoas como Chas. (para Charles) ou Jas. (para James), caso contrário essas abreviações serão entendidas como apelidos;
  • Nomes de estados tais como Mass. (para Massachusetts) ou Conn. (para Connecticut). Quando apropriado (como em endereços em envelopes), use a listagem do serviço de postal americano para saber as abreviações de duas letras: MA, CT (sem pontos).
  • Cursos tais como econ (para econômia – economics) ou poli sci (para ciência policial – political science).

Espaços e pontos

Abreviações de unidades de medida são escritas sem pontos (com excessão do “in” quando ele pode ser confundido com a preposição “in“). Nós usamos pontos para a maioria das abreviações em minusculo tais como e.g., e i.e. e c.o.d.

Para as abreviações mais comuns, não precisa dos pontos, como em rpm e mph. Quando uma abreviação com pontos termina uma frase, este ponto será suficiente para terminar a frase: He lives in Washington, D.C. Sufixos para nomes de pessoas requerem pontos: Joe Smith Jr. lives in Erie. Em textos formais, não é uma boa idéia abreviar títulos militares – Lieutenant Colonel (Tenente Coronel) Chester Piascyk – mas em textos informais Lt. Col. Chester Piascyk pode ser aceitável. (Note que há um espaço depois de “Lt.”). Títulos acadêmicos podem ser escritos com ou sem ponto, mas não poderá ser separados por espaços – Ph.D. ou PhD, M.B.A ou MBA.

Iniciais de nome de pessoas são geralmente seguidos por pontos e espaços – W. E. B. DuBois – mas você precisa ter cuidado que a quebra de linha não pode vir no meio das iniciais de alguem. Você irá encontrar excessões para essa regra em algumas companhias que escrevem seus nomes: JCPenney (sem espaços ou pontos), L.L. Bean (sem espaços entre as iniciais), etc. Em textos normais, escritores podem seguramente ignorar abreviações corporativas em espaçamentos e colocar em letra maiúsculas.

#############

Espero que tenham gostado da minha primeira série e espero que novas possam surgir. Um abraço a todos!

maio 15, 2009 Posted by | English | , | Deixe um comentário

Abreviações (Parte 2)

Abreviações (Parte 2)

Introdução

As informações traduzidas para o português contidas nessa série foram obtidas através do Guide To Grammar and Writing que é patrocinado pela Capital Community College Foundation, através de um artigo chamado, obviamente, Abbreviations.

A CCC Foundation tem sede em Hartford, CT e é um fundação sem fins lucrativos. Caso esta série lhe forneça algum valor e você deseje mostrar sua gratidão pela fundação, você pode enviar uma contribuição para CCC Foundation, 950 Main Street, Hartford, CT 06103. Telefone: (860) 906-5102, Email: jmcnamara@ccc.commet.edu.

Nomes de

  • Instituições “familiares” — UConn, MIT, UCLA, CIA, FBI, NATO
  • Países — U.S.A., U.K.
  • Corporações — IBM, CBS, NPR, CNN, ITT
  • Celebridades — LBJ, FDR, JFK, MLK
  • Objetos familiares — TV, VCR, CD-ROM.

Note que U.S.A pode ser escrito USA, mas U.S. é melhor com pontos. Também, nós podemos usar U.S. como um modificador (the U.S. policy on immigration – policia americana de imigração) mas não como um substantivo (He left the U.S. U.S.A)

Termos de unidades matemáticas

15 in., 15 ft, 15 kg, 15 m, 15 lb

Geralmente, você irá usar essas abreviações apenas em um texto técnico. Existem um espaço entre os números e as abreviações. Note que nós não colocamos um “s” depois das abreviações mesmo quando o plural é indicado. Também, nós não usamos ponto com as abreviações exceto para in. quando a abreviação pode ser confundido com a preposição in.

Quando o termo de medida é usado para modificar, nós colocamos um hífen entre o numero e o tempo de medida: “a 15-ft board, a 6-lb line, etc.”

Frases comuns

Como IQ (Quoeficiente de Inteligência – Intelligence Quotient) [Nota do blogueiro: ou QI – Quem Indica =P], RPM (Rotações por minuto – Revolutions Per Minute), MPH (milhas por hora – Miles Per Hour), e MPG (milhas por litro – Miles Per Gallon).

Tais abreviações são aceitáveis mesmo que nos textos em formato acadêmico e pode ser usadas sem ponto.

Palavras usadas com números

“He left at 2:00 a.m. She was born in 1520 B.C.”

Tanto com letras maiúsculas e minusculas pode ser usado como A.M, a.m, P.M, p.m. A abreviação B.C. (antes de cristo – Before Christ) é usada depois da data. A abreviação B.C. e A.D. (depois da morte de cristo – After Death) são, em alguns casos substituida por B.C.E (antes da era corrente – Before the Common Era) e C.E. (era corrente – Common Era), ambos são usados depois da data (embora devemos adicionar que essas abreviações não são largamente utilizadas e nem comumente entendidas).

Em alguns casos, você deverá ver 790 BC e AD 78 escrito sem pontos e escrito em versalete¹. Note que muitos livros de estilo estão agora recomendando que seja utilizado versalete para todas as aparições de acrônimos, tal como NAACP ou NCAA. O efeito prático disso é a permissão de misturar acrônimos  mais suavemente com o resto do texto.

A seguir é apresentada uma forma errada para uso dessas abreviações sem uma especificação numerica ligada ao termo: “We’ll do this in the a.m.” ou “We’ll do this tomorrow a.m.”

Termos comuns em Latin²

etc. (et cetera — e continua — and so forth), i.e. (id est — que é — that is), e.g.(exempli gratia — por exemplo — for example), et al. (et alii — e outros — and others).

A abreviação i.e (que é) é geralmente confundida com outras abreviações (e.g.). A i.e. geralmente é usada para introduzir uma explanação diferente da que foi dada. Se você puder escrever “por exemplo” (for example) como um substituto para a abreviação, você quer usar e.g., não i.e. Não aplique itálico ou sublinhado nessas abreviações. Muitas fontes recomendam que seja evitado o uso de abreviações em Latin exceto com notas em parenteses e algumas fontes dizem não para o uso de abreviações em Latin por completo (no lugar de termos em Inglês) exceto em citações ou listas de referências.

O Chicago Manual of Style recomenda o uso de virgula depois do i.e. ou e.g. para tirar essas abreviações como modificadores introdutorios. Outras pesquisas dizem para não se preocupar com a virgula, mas a virgula faz sentido.

Exceto em material de citações formais de negócios que você usa em pesquisas, não usar et al. é uma boa idéia, quando você quer dar o significado de “e outros”. E não use etc. como uma pessoa preguiçosa para fujir do trabalho.  Ao usar a palavra versus para anunciar resultado de um jogo, você deve usar vs., quando você estiver citando documentos legais, use a abreviação v.

¹ Estilo de escrita em que as letras são escritas em maiusculo, mas com o tamanho de uma letra minuscula.

² Essas seção que motivou essa serie =)

maio 14, 2009 Posted by | English | | Deixe um comentário

Abreviações (parte 1)

Bom dia pessoal,

Apesar desse post está marcado com a tag em inglês, vou pedir licença aos leitores para falar em português porque esse é um assunto que pode interessar a vocês!

Como faço computação, me deparo quase a todo momento com abreviações de todos os tipos (PhD, St, Msc, Mrs, i.e, e.g., WSJ, NYT, CTR, URL…), e a muito tempo tenho uma mania de procurar saber qual o significado delas e quando e onde usa-las.

Com isso, nasce minha primeira série aqui no meu blog!! =)

Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

#####################################################

Abreviações (parte 1)

Introdução

As informações traduzidas para o português contidas nessa série foram obtidas através do Guide To Grammar and Writing que é patrocinado pela Capital Community College Foundation, através de um artigo chamado, obviamente, Abbreviations.

A CCC Foundation tem sede em Hartford, CT e é um fundação sem fins lucrativos. Caso esta série lhe forneça algum valor e você deseje mostrar sua gratidão pela fundação, você pode enviar uma contribuição para CCC Foundation, 950 Main Street, Hartford, CT 06103. Telefone: (860) 906-5102, Email: jmcnamara@ccc.commet.edu.

Abreviações

Se você é frequentemente confrontado com decisões a cerca de abreviações, você deve obter uma cópia do The Chicago Manual of Style ou do The Gregg Reference Manual. Ambos os livros contém capítulos extensos onde propõe a utilização de abreviações, assim como as formas possessivas e plural das abreviações.

Títulos antes do nome

Mrs., Mr., Ms., Prof., Dr., Gen., Rep., Sen., St. (para Santo)

Note que Miss não é uma abreviação, então nós não colocamos um ponto antes disso. Ms. não é uma abreviação também, mas nós colocamos um ponto antes disso – provavelmente para manter a consistência com Mr. e Mrs.

O plural de Mr. é Messrs. (We invited Messrs. Carter, Lincoln, and Ford.). O plural de Dr. é Drs. (We consulted Drs. Carter, Lincoln, and Ford.). O plural de Mrs. é Mmes ou Mmes.  (com ou sem o ponto).

Na maioria das formas propostas, nós não usamos títulos, abreviações. Ms. Emily Dickinson é simplesmente Emily Dickinson, e depois do primeiro uso do nome completo dela, usa-se Dickinson (a menos que nós precisemos do Emily para excluir confusões com outros(as) Dickinsons).

As abreviações Rev. e Hon. (para Reverendo (Reverend) e Honorável (Honorable)) não são, apenas na fala, títulos; Eles são adjetivos. Na linguagem informal ou quando nós estamos tentando economizar espaço ou fazer uma lista, nós podemos escrever Rev. Alan B. Darling and Hon. Francisco Gonzales. Em texto formal, nós podemos escrever “the Reverend Alan B. Darling” e “the Honorable Francisco Gonzales” (i.e., Não é uma boa idéia abreviar Reverend ou Honorable quando essas palavras são precedidas de “the”). Consequentemente, nós não podemos dizer “We invited the reverend to dinner” apenas um mal-educado poderia convidar “the rev.”

Títulos depois do nome

Sr., Jr., Ph.D., M.D., B.A., M.A., D.D.S.

Existem padrões de abreviações, com ponto. O manual de publicação da APA recomenda que não seja usado ponto com grau; outros manuais de referência fazem recomendação que seja usado pontos, então você utiliza seu próprio julgamento nesses casos. Todas as fontes advertem contra o uso de títulos antes e depois do nome ao mesmo tempo (i.e., ela pode ser Dr. Juanita Espinoza ou Juanita Espinoza, PhD, mas ela não pode ser Dr. Juanita Espinoza, PhD). E nós não podemos abreviar um título que não está ligado ao nome: “We went to see the doctor (not dr.) yesterday.”.

The Chicago Manual of Style recomenda o não uso da virgula para separar o Jr./Sr./III do último nome, mas você pode seguir a preferência da pessoa, caso você tenha conhecimento dela. Se você se referir a um “junior” com sua esposa, o “Jr.” deve ir após o nome de ambos, como em “Mr. and Mrs. Arthur C. Banks Jr.” ou “Mr. Arthur C. Banks Jr. and Gloria Banks” – mas não Arthur C. and Gloria Banks Jr. Você deve evitar usar um “Jr.” ou “Sr.” quando você tem apenas o último nome – Mr. Banks Jr.

Você está sempre atrás do significado de um acrônimo ou de uma abreviação? Tente usar o Acronym Finder. Apenas digite as letras e click em “Search”. O banco de dados tem mais de 190.000 abreviações e acronimos, então provávelmente o Acronym Finder discobrirá o que você está procurando.

maio 13, 2009 Posted by | English | | 5 Comentários

PostSecret

Pessoal,

Estava lendo um blog e me deparei com essa apresentação do Frank Warren, criador do PostSecret.

Não tem muito o que explicar sobre o PostSecret depois que você assiste a apresentação, então go to watch video! But…

Ta ocupado? Então não veja isso agora, deixe pra aquele momento que você está querendo descansar, porque você vai conseguir e dar boas risadas.

Obs.: A apresentação é em inglês, mas deu pra entender perfeitamente tudo! =)

abril 17, 2009 Posted by | English | Deixe um comentário

Text to speech

Bom dia pessoal,

Queria trazer pra vocês aqui uma novidade que chegou ao meu e-mail no dia de ontem e achei bem interessante para aqueles que desejam aprender um novo idioma. A AT&T Labs, empresa reconhecida por desenvolvimento de tecnologia, disponibilizou agora um demo do seu aplicativo Text To Speech – Texto para fala – o qual tem por finalidade produzir um arquivo de audio com o texto que você digitou e na lingua que você escolheu.

Na página – http://www.research.att.com/~ttsweb/tts/demo.php – você irá escolher o idioma que deseja ouvir a pronuncia e a “pessoa” que irá pronunciar o texto, após isso você poderá digitar qualquer texto e pedir pra ele produzir o arquivo. O audio é transmitido via streaming de audio, ou seja, você não terá acesso real ao arquivo de audio.

Mais um recurso aí para aqueles que desejam aprender inglês! =)

Obs.: Rosamaria Lucena, não esqueci que você está me devendo um post sobre aquela ferramenta web de chats entre pessoas de diferentes nacionalidades… ¬¬’

Um abraço a todos e feliz aniversário pra mim ! =D

março 10, 2009 Posted by | English | 1 Comentário

Revision [3/3]

hi folks,

Today, i will finish this revision with the subjects: [NO] OBLIGATION / PROHIBITION / ADVICE OR OPINION (with must, have to and should), DEDUCTION (with must, may, might, can´t) and ABILITY / POSSIBILITY.

[NO] OBLIGATION / PROHIBITION / ADVICE OR OPINION

OBLIGATION
Must and have to a very similar meaning. Have to is more common for general, exernal obligations, for exemple rules and laws. Must is more common for specific (i.e. on one occasion) or personal obligations.
Compare:
I have to wear a shirt and tie at work (it´s the rule in this company)
I must buy a new shirt (it´s my own decision)
Have to is a normal verb and it exists in all tenses
Must is a modal verb. The only forms are must and mustn´t.
– You can also use have to or must for strong recommendations.

NO OBLIGATION / NECESSITY

You don´t have to pay for the tickets. They´re free.
You don´t have to go to the party if you don´t want to.

PROHIBITION

Don´t have to and mustn´t are completely different.
Compare:
You musn´t drive along this street (It´s prohibited, agains the law).
You don´t have to drive (You can drive if you want to but it´s not necessary / obligatory)
– You can often use can´t or not allowed to instead of mustn´t
Have got to is often used instead of have to in spoken english.

ADVICE OR OPINION

Should is not as strong as must / have to. We use it to say if we think something is the right or wrong thing to do.
Should is a modal verb. The only forms are should and shouldn´t.
– You can also use ought to and ought not to instead of should / shouldn´t.
You should take warm clothes with you to Dublin. It might be cold at night.

DEDUCTION

– We often use must, may / might, can´t to say how sure or certain we are about something.
– In this context, the opposite of must is can´t NOT mustn´t.

When you are sure something is true: MUST
They must be out. There aren´t any lights on.

When you think something is possibly true: MAY or MIGHT
She´s not at home. She may be working.
She might not like that skirt. It´s not her style.

When you are sure something is impossible / not true: CAN´T
He can´t be ill. I saw him at the gym.

ABILITY AND POSSIBILITY

This subject is too simple.
When the phase was in past tense, you MUST use COULD
When the phase was in present tense, you MUST use CAN!
When the phase was in future tense, you MUST use BE ABLE TO

¹Also, you SHOULD use COULD in questions.
²Next to BE ABLE TO, you HAVE TO put the verb in a infinitive way.

A hug for everyone!

=)

fevereiro 10, 2009 Posted by | English | , , , , , , , | 1 Comentário

Revision [2/3]

Hi folks,

Today, i will continue the revision of my studieds on english… I will focus in Past Tenses and Future Forms.

Past Tenses

Past simple
– Use the past simple for finished past actions.

Affirmative
Subject + verb in infinitive way (without “to“) + “ED” (for regular verbs¹) + complement
He died in 1908.
I´m sorry about last night. The train was 10 minutes late.

Negative
Subject + Aux (did) + NOT + verb in infinitive way (without “to“) + complement
He didn´t like dirty places.
He didn´t study.

Interrogative
Aux (Did) + subject + verb in infinitive way (without “to“) + complement
Did his mother help him?
Did you called to your mother?

Past Continuous
– Use the past continuous to describe an action in progress at a specific time in the past.

Affirmative
Subject + To be (in past way = was/were) + verb with “ing” + complement
He was drawing when his mother arrived
The dress what she was wearing was awful

Negative
Subject + was/were + NOT + verb with “ing” + complement
Steve wasn´t talking on phone
I wasn´t drinking when i arrived late in the college.

Interrogative
Was/were + subject + verb with “ing” + complement
Was steve talking on phone?
Was you drinking before you arrived in the college?

Past perfect
– Use the past perfect when you are talking about the past and you want to talk about an earlier past action.

Affirmative
Subject + had + verb in Past Participle (PP) way + complement
He had spoken to her when the bell ring.
They had lived in the same building for two years.

Negative
Subject + had + not + verb in PP way + complement
I hadn´t seen them until then.
I felt nervous because I hadn´t flown before.

Interrogative
Had + subject + verb in PP way + complement
Had you been there before?
Had I worked with them?

Future Forms

Be goint to + infinitive
– Use going to NOT will/won´t when you have already decided to do something.
– With the verb go you can leave out the infinitive. E.g. I´m not going (to go) to New York

Future plans and intentions
My sister´s going to adopt a child.
Are you going to buy a new car?

Predictions
I think they´re going to win (They´re playing very well)
It´s going to rain (The sky is very dark)

Present continuous: Be + verb with “ing”

Future arrangements
We´re getting married in October.
They´re meeting at 10:00.
She´s leaving on friday.

– You can usually use present continuous or going to for future plans / arragements.
going to shows that you have made a decision. E.g. We´re going to get married in the summer.
– Present continuous emphasizes that you have made the arrengements. E.g. We´re getting married on July 12th (We´ve booked the church).

Will/shall + infinitive
– Use will/won´t (NOT the present simple) for instant decisions, promises, offers and suggestions.
– Use shall (NOT will) with I and we for offers and suggestions when they are questions.
– Use will or going to for predictions.

I´ll have the steak (instant decision)
I won´t tell anybody where you are. (promise)
I´ll carry that bag for you (offer)
Shall I help you with your homework? (offer)
You´ll love the film! (prediction)

¹ – Click here to see the list of irregular verbs

fevereiro 5, 2009 Posted by | English | , , , , , | Deixe um comentário

Revision [1/3]

Today,  i start my studies on english in home… And, i will to revise somethings and i will share it with you! =)

Let´s start of begin! 😛

Simple Present
– Use ASI (auxiliary subject infinitive) or QUASI (question word, auxiliary, subject, infinite) to help ou with word order in questions;
– Put adverbs of frequency, e.g. usually, always, before the main verb and after be;

Affirmative
Subject + infinite (without to)
I drink
He drinks

Negative
Subject + do/does + not + main verb in the infinitive way
I don´t drink
He doesn´t drink

Interrogative
Do/Does + subject + verb in the infinitive way
Do you watch TV?
Does he play tennis?

Present Continuous
– Use the present continuous for actions in progress at the time of speaking or the future arrangements.

Be + Verb + -ing
I´m waiting for a friend
I´m going to the café.

Action and Non-action verbs
– Verbs which describe actions can be used in the present simple or continuous;
– Verbs which describe states or feelings aren´t normally used in the present continuous.

Present Perfect
– Use the present perfect for the actions that start in the past and still happening at the moment.

Affirmative
Subject + Have/Has + main verb in the participle way + complement
You have sutudied hard lately.
Jon has already visited New York.

Negative
Subject + Have/Has + Not + main verb in the participle way + complement
They haven´t painted.
He hasn´t painted.

Interrogative
Have/Has + subject + main verb in the participle way + complement
Have you finished yet?
Has he just arrived at the airport?

Present perfect continuous
– Use the present perfect continuous with for and since with action verbs
– Use the present perfect continuous for actions which have been going on very recently. They have usually just stopped.

Affirmative
Subject + have + verb to be in the present perfect way + main verb + -ing
Nicholas has been doing his homework for hours!

Past
Subject + had + verb to be in the present perfect way + main verb + -ing
I had been playing the most difficult roles when they offered me that trash

Conditional
Subject + would + have + verb to bein the present perfect way + main verb + -ing
She whould have been shouting with me if i hadn´t told her the truth.

Att.: With non-action verbs use the present perfect simple NOT the present perfect continuous with for and since.

fevereiro 3, 2009 Posted by | English | , , , , | 2 Comentários

TED – Ideas worth spreading

People,

It´s my first post in english, so if i made some mistake, please, do a comment making the correction =)

I will be briefing… This post is a suggestion about some talks that you can watch free in web.

TED is acronym that mean Technology, Entertainment, Design. How they said in their web site: “It started out (in 1984) as a conference bringing together people from those three worlds. Since then its scope has become ever broader.

The annual conference now brings together the world’s most fascinating thinkers and doers, who are challenged to give the talk of their lives (in 18 minutes).”

That´s good for someone that want to improve your english. All talks is in english and some of them can be interesting for you! =)

Here is the link: http://www.ted.com/index.php/

Thank you Fireman for the original suggestion! =)

fevereiro 2, 2009 Posted by | English | , , , , , , , | 1 Comentário